LOUIS VUITTON E SUA MARCA

LOUIS VUITTON E SUA MARCA


Na lista das marcas melhor avaliadas do mundo, a Louis Vuitton começou a vingar ainda no século XIX, em Paris, quando seu fundador, que dá nome à grife, se arriscou ao tentar criar modelos de malas de viagem diferentes dos que já circulavam. Os produtos, todos fabricados artesanalmente até os dias de hoje, sempre levaram consigo o conceito de exclusividade, já que eram feitos manualmente e em quantidade limitada. Quem flanar pela avenue Champs-Élysées pode ver amaisonda década de 1930, com fachada em estilo Art Déco, ou mesmo conhecer outro monumento emblemático da marca, aFondation Louis Vuitton, no parqueBois de Boulogne. Aproveitando seuaniversário, dia 4 de agosto, selecionamos algumas curiosidades da LV e também da trajetória desse empreendedor:


O começo ousado

Filho de uma família de moleiros e carpinteiros, Louis Vuitton nasceu na Suíça, mas aos 14 anos resolveu deixar sua terra natal e ir para Paris aprender a trabalhar com a madeira. Contratado como aprendiz de um fabricante de baús de viagem, foi lá que conseguiu extrair a expertise que precisava para criar sua marca.



Maison na

Champs-Élysées

Este monumento histórico da década de 30, patrimônio da França, já foi considerado a maior loja de produtos de viagem do mundo, e ainda hoje conserva a fachada em estilo Art Déco, com seu letreiro imponente. Além de loja, o lugar também possui uma galeria dedicada à arte contemporânea.



O fecho inviolável

Um dos diferenciais das malas e baús de viagem que Vuitton criou em 1886 foi seu fecho, um sistema inteligente que tornou as bagagens praticamente arcas do tesouro. As famílias abastadas, que precisavam viajar com frequência e queriam levar consigo roupas e joias caríssimas, começaram a ter confiança nas malas LV para carregar seus pertences.



A identidade da marca

Em 1896 Louis Vuitton começou a pensar em como daria personalidade aos seus produtos, que teriam que ser facilmente identificados por uma marca. A ideia foi, então, criar o monograma das letras “L” e “V’, juntamente com símbolos que reproduziam flores. O monograma perdura até hoje, estampando os tecidos usados na fabricação dos produtos. De tão famosos, são mundialmente pirateados e reproduzidos.








A Fondation Louis Vuitton

O design surrealmente futurista da Fondation já chama a atenção por si só, mas a coleção de arte moderna também vale a visita. O lugar dispõe, além do amplo espaço para exposições itinerantes, de biblioteca, restaurante e programação musical. A fundação também receberá obras de museus como o MoMA, em Nova York, para uma exposição que ficará em cartaz até março de 2018. Projetada por Frank Gehry, a maison foi aberta ao público em 2014, e já ocupa lugar entre os mais importantes espaços de arte.  


fonte: aliancafrancesa.com.br

0 visualização